Processo de Isabel Vieira

Crime/Acusação

judaísmo

Data da prisão

16/08/1564

Estado civil

casada

Estatuto social

cristã-nova

Idade

42 anos

Mãe

Catarina Vieira

Morada

Tavira

Naturalidade

Faro

Origem

Inquisição de Lisboa

Sentença

auto-da-fé de 01/07/1565. Abjuração em forma, cárcere e hábito penitencial perpétuos.

Cônjuge

Gonçalo Tojo, rendeiro

Notas

Por provisão do cardeal D. Henrique, Inquisidor Geral, de 04/02/1566, foi-lhe retirado o hábito penitencial e levantada a pena de cárcere perpétuo.