Processo de Isabel de Couto

Crime/Acusação

bigamia

Data da prisão

04/06/1654

Estado civil

casada

Idade

26 anos

Mãe

Maria Rodrigues

Morada

Abrantes

Naturalidade

Lisboa

Origem

Inquisição de Lisboa

Pai

Manuel Rodrigues do Couto

Sentença

auto-da-fé de 11/10/1654, abjuração de leve, cárcere arbítrio, ser açoitada publicamente, degredo para o Brasil por 7 anos, penitências espirituais, pagamento de custas.

Cônjuge

Domingos Dias, peneireiro do Rei

Notas

A ré casou 2º vez com Francisco Pereira , foi baptizada com o nome de Guiomar dos Santos e crismada com o nome de Isabel do Couto.

Outras formas do nome

Guiomar dos Santos